YOGA E MEDITAÇÃO EM CAMPINAS

QUEM SOMOS

O Padma Bhavam foi formado por mim, Vanessa, e meu marido e companheiro, Ivan.
Compartilhando da vontade de aprender mais sobre o mundo e no fundo, sobre nós mesmos, viajamos muito, conhecemos novas pessoas, novos lugares, sonhamos, trocamos experiências, nos aventuramos. Nesse nosso caminho juntos descobrimos o yoga e a alegria de ensinar e partilhar nossas vivências com essa prática.

IVAN ZACHARAUSKAS
O contato com o yoga começou em 2000, pouco antes de fazer o Caminho de Santiago e iniciar uma de suas caminhadas rumo ao autoconhecimento. Em 2004, após concluir um curso de Formação de Terapeutas em Ayurveda na Clínica Dhanvantari, em São Paulo, decidiu trocar uma carreira de 12 anos em Logística para trabalhar com Yoga e Ayurveda. No mesmo ano, embarcou para a Índia, onde permaneceu por 4 meses, praticando yoga no Kaivalyadhama Institute, em Lonavla, e no Ashram Omkarananda, em Rishikesh.
Em 2005 concluiu pós-graduação em Yoga pela UniFMU e participou do Programa Yoga no Trabalho, ministrando aulas no Hospital Albert Einstein como instrutor da Legalas Desenvolvimento e Yoga no Trabalho. Entre 2005 e 2009 foi professor no Prema Yoga, em São Paulo.
Em paralelo ao seu trabalho com yoga, Ivan desenvolve e comercializa produtos da Ayurveda Yoga Vidya, marca que criou para oferecer produtos naturais e aproximar as pessoas das tradições milenares do Ayurveda e do Yoga.
Como professor, Ivan gosta de experimentar o novo e descobrir formas diferentes, e muitas vezes bem-humoradas, para ensinar a tradição do yoga. Levando seus alunos a brincarem com seus próprios corpos e experimentarem as possibilidades abertas em seus corpos e mentes através da prática do yoga, ele procura provocá-los a essa investigação de si mesmos e à busca pelo autoconhecimento.


VANESSA MALAGÓ
Seu contato com o yoga começou em 98, quando descobriu o corpo como ferramenta para o autoconhecimento e evolução pessoal. Vanessa acredita que, conforme aprendemos a assumir diferentes padrões posturais e abrir nossos corpos para novas formas e sensações, também nos abrimos para novas escolhas e maneiras de experienciar o mundo a nossa volta. Daí, nasceu a vontade de dar aulas e assim, compartilhar dessa vivência.
Ana Paula Yjanne e José Roberto Marchezini foram seus mentores em seu início como professora. Começou a ensinar hatha-yoga em 2003, ministrando aulas em diversos espaços e participando do Programa Yoga no Trabalho no hospital Albert Einstein, como instrutora da Legalas Desenvolvimento e Yoga no Trabalho. Em 2005 concluiu pós-graduação em yoga na UniFMU e permaneceu 2 meses na Índia, vivenciando a cultura local e conhecendo mais sobre o Ashtanga Vinyasa Yoga.
Entre 2006 e 2008 praticou Ashtanga com Bruno Bartulich e aprofundou-se em Iyengar Yoga, participando do curso de formação do professor Sandro Bosco. Em 2009 começou a praticar Ashtanga com Fabio Sayão.
Por seis anos foi professora no Prema Yoga, em São Paulo, até mudar-se em 2010 para Campinas. Durante esse período, além de dedicar-se as aulas de Hatha-Yoga e Ashtanga Vinyasa Yoga, desenvolveu aulas para mães e bebês, a partir da sua experiência com a maternidade. Desenvolveu esse mesmo trabalho dirigido a mães e bebês na Escola Infantil Jacarandá.
Em suas aulas, Vanessa gosta de explorar fortemente o trabalho de consciência corporal e respiratória, estimulando em seus alunos a amorosidade e o entusiamo frente aos novos desafios e a essa grande aventura da descoberta. 

Nossa Proposta e como tudo começou....

O sonho começou com a vontade de mudar para uma casa, ter um quintal com horta e pomar. De viver em um lugar em que não estivéssemos desvinculados da cidade, das pessoas, mas ao mesmo tempo mais conectados com a natureza. Vontade de andar descalço, sentir o sol, por o pé na grama, ver o céu, acompanhar a lua e seus ciclos. Vontade de fazer aquilo que gostamos e acreditamos.

Depois de mais de 30 anos vivendo em São Paulo, viemos pra Campinas morar numa casa com horta e pomar. As primeiras plantinhas começaram a despontar e a crescer, mas restava uma semente para plantar.

O Padma Bhavam é essa sementinha que agora começa a brotar. Das nossas práticas com o yoga, do nosso contato com a natureza e o sagrado, da nossa busca pelo autoconhecimento e felicidade e mais do que tudo, da vontade de compartilhar dessas vivências e do encantamento diante dessa grande aventura que é a vida.

Padma Bhavam significa Morada do Lótus. O lótus é uma flor que cresce da escuridão do lodo, abrindo suas flores somente após ter-se erguido além da superfície. Se o impulso para a luz não estivesse adormecido na semente profundamente escondida na escuridão da terra, o lótus não poderia se voltar em direção à luz. Da mesma forma, cada um de nós carrega dentro de si esse impulso para a vida e para a autorealização.

Exercitar-se. Alongar-se. Respirar melhor. Adquirir força e flexibilidade. Aumentar seu potencial energético. Trabalhar o alinhamento postural e melhorar sua consciência corporal. Sentir o corpo. Abrir a mente. Ouvir o coração. Descobrir-se, melhorar a percepção de si mesmo. Trabalhar o corpo como instrumento para o autoconhecimento.

Expressar-se, dialogar, aprender, partilhar. Viver bem.

Tudo isso faz parte da nossa proposta e o nome Padma Bhavam sintetiza a nossa intenção de um espaço voltado a fomentar e estimular a busca pelo autoconhecimento e por uma vida com bem-estar e equilíbrio.